segunda-feira, 7 de outubro de 2013

{Bel} Impressões de Leitura #23 ~ Sonho de uma noite de verão (William Shakespeare)

Título: Sonho de uma noite de verão
Título Original: A Midsummer Night's Dream
Autor: William Shakespeare
Editora: L&PM Pocket
Número de páginas: 122

Skoob :: Goodreads

Avaliação: 5 estrelas!

Sinopse: Numa noite de verão, num bosque, quatro jovens enamorados encontram-se e desencontram-se: Lisandro ama Hérmia que ama Lisandro e é amada por Demétrio, que é amado por Helena; depois, Demétrio ama Helena, que ama Demétrio e é amada por Lisandro, que é amado por Hérmia. Na manhã seguinte, tudo se resolve, e há um casamento triplo, pois casam-se também o Duque de Atenas e a Rainha das amazonas. Na festa, no palácio do Duque, apresenta-se uma peça de teatro amador, escrita e encenada por trabalhadores locais. É hilariante de tão ruim a "comédia trágica", que teve ensaio naquela noite de verão, naquele bosque, habitado por fadas e duendes que têm seu Rei e sua Rainha, que disputam a guarda de um menino indiano, e por isso esta Rainha apaixona-se, naquela noite de verão, por um mortal com cabeça de burro. Ação e movimentação, paixões e casamentos, brigas e reconciliações, equívocos e finais felizes. É um Shakespeare muito divertido e nada trágico, um "sonho" originalmente escrito para uma festa de casamento na vida real.



Eu já havia lido outros livros/peças de Shakespeare, mas já havia muito tempo e não tinha a maturidade que tenho hoje para compreender o conteúdo e suas nuances. Sabe quando a professora pede para ler algo para a escola e acabamos lendo sem compromisso algum? Então, foi assim minha primeira experiência com o autor.


Durante a leitura, é bem fácil de perceber que Shakespeare não tinha pretensão alguma com o resultado. Ele estava bem à vontade, escrevendo, sem se preocupar com nada. E o resultado foi muito bom!

Um romance, um bosque cheio de criaturas mágicas, um ensaio de uma peça por pessoas comuns para apresentá-la no palácio. E ainda por cima, há uma disputa da guarda de um pajem, um garoto indiano, entre o rei e a rainha. Uau, quanta coisa!

Parece muito conteúdo para uma peça relativamente curta, com poucas páginas, porém, Shakespeare deixa cada personagem tão marcante e cada situação tão completa, desenvolvendo-a tão eficientemente, que no fim, tudo é suficiente para a história.

Não achei que foi um livro fácil de ser lido, nem um pouco. Apesar de curto, demorei alguns dias para terminá-lo. A maneira como tudo é apresentado, às vezes ficava muito confuso para entender o que estava acontecendo. Principalmente nas cenas onde entrava Puck, talvez por sua natureza brincalhona, isso se refletiu em seus diálogos também. Mas é só ter atenção, voltar algumas linhas que você terá sucesso na leitura.

E foi uma leitura muito prazerosa, daquelas que lemos com um sorriso no canto do lábio. Uma comédia trágica ou uma tragédia cômica... enfim, é um mix de sentimentos absurdo!

A resenha de hoje foi bem simples, pois eu acho difícil falar de Shakespeare, o julgo como um território sagrado.

Só posso dizer que, se você tem vontade de ler algo do autor, primeiramente esteja em um lugar tranquilo para concentrar-se e, então, mergulhar com tudo na leitura. Não é fácil, mas vale muitíssimo a pena!

"O Amor não vê com os olhos, mas com a mente; por isso é alado, e cego, e tão potente"

Já leu Shakespeare?

Um abraço

Não se esqueça de seguir o blog!
:: FanPage :: Twitter ::
:: Skoob :: Goodreads :: Instagram :: Flickr :: LastFm ::
Um abraço
Bel VF 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para compartilhar as suas opiniões e experiências!
Obrigada pela visita!